Arquivo da tag: produção cultural

Produção do CD da Comunidade Samba da Canja

Conhecer uma comunidade de compositores veio de encontro as inspirações de  guarulhosdepontaaponta.com.br/

Rapidamente começamos a vislumbrar as possibilidades da criação, produção e difusão de um trabalho tão bonito, autêntico e genuinamente Guarulhense.


Henrique Borazanian, produtor músical do estúdio
La Turma, topou no ato a produção do áudio. O fotografo Armenak Neto, que já havia participado conosco da cobertura do desfile de carnaval 2012, também topou.

E, foi então que, as 15 horas do dia 26 de maio, nas dependências da União de associados de moradores da Vl. Paulista que nós do  guarulhosdepontaaponta.com.br/ realizamos a nossa primeira produção musical independente.

De nossa parte foi um trabalho feito com empenho e responsabilidade, que tornou-se viável graças a nossa iniciativa, atitude e o simples querer. O resultado: bonito pra caramba!!!

Comunidade Samba da Canja

No outro dia Mogenir nos apresentou para a Comunidade Samba da Canja, um grupo de compositores. Criativos da cidade reunidos em prol de fazer poesia em forma de samba. A Comunidade Samba da Canja é o canto do compositor guarulhense.

comunidade samba da canja

A comunidade é formada por Gessé Froes, Aldo, Tião, Waldir, Jarbas Mogenir e Gilson (da esquerda para direita). Todos são compositores, exceto Tião, que é responsável pelo cavaquinho inspirador dos poetas.

         

Faça chuva ou faça sol, jogue corinthians ou palmeiras, os integrantes do Samba da Canja se reúnem toda quarta feira, a partir das 19h, para ensaio aberto ao público.
No último sábado do mês, a festa começa mais cedo, a partir das 14h, com direito a canjinha. Eles apresentam suas composições e de quebra rola uma “canja de galinha” de forma a confraternizar com o público presente. É uma delícia.

Toda quarta feira a partir das 19h e no último sábado do mês das 14h as 19h, na sede da União de associados de moradores da Vila Paulista e bairros adjacentes, na Rua Campinas, 111 – Veja o endereço no mapa.

O samba já começou!!!

Foi mesmo, em de janeiro de 2012, num dia feliz que reencontramos Mogenir.

Mogenir e Dona Eneide

Dona Eneide do Nascimento, vice presidente da extinta escola de samba Meninos da Vila Augusta, foi quem nos apresentou ao Mogenir. No dia da festa da comissão de frente da Vai Quem Fica. (veja o vídeo)

Porém, o dia feliz do reencontro foi no calçadão da Dom Pedro II, durante a abertura oficial do Carnaval Guarulhos 2012 (11/02/2012). O tradicional Abre Alas.

Mogenir Leite de Moraes é escritor, poeta, compositor, Guarulhense, sambista, advogado e nobre membro da ala dos compositores. Acima de tudo é muito saudoso. E nesse dia estava impossível.

Ele falou sobre a volta do carnaval para a cidade de Guarulhos. Fez críticas ao seu estilo, e no fundo acredita que tudo pode dar certo. Relembrou o trabalho que tiveram para fazer o ‘filho do homem’ assinar  o documento que autorizou o carnaval na cidade. Entregou-nos cópias da publicação que marca o primeiro desfile de escolas de samba em  Guarulhos no ano de 1974. O carnaval andrógino que desfilou a escola de samba Império de Guarulhos.

Lembrou causos e cantou sambas de sua autoria. Andou pela cidade. Buscou na memória. Apontou  locais e acontecimentos. Até chegarmos na concentração da Banda Bicha (Praça Ênio Chiesa), quando, decidiu voltar pra sua casa e deixar as conversas para outro dia. E no outro dia….