Arquivo da categoria: Escritores de Guarulhos

Isabel Borazanian

ISABEL BORAZANIAN, Guarulhos, SP – Brasil

A Bel é minha tia. Ela é artista plástica, poeta, escritora, cantora, compositora, atriz…linda, linda, linda… A Bel, para mim, tem aquele gostinho de infância com cheirinho de lápis de cor, bala de canela, livro novo, pipoca, batom de coco, cineminha, teatro, tinta, maquiagem, fantasia, brincadeira… Sabe aquela tia que todo mundo sonha ter?
Ela é assim.

www.penabossa.com, facebook.com/isabel.borazanianisabelborazanian@gmail.com, dicionariompb.com.br/isabel-borazanian

ISABEL BORAZANIAN artes visuais Guarulhos
“SOS 1” – Pintura – 2012 Guarulhos – SP Brasil
Isabel Borazanian artista plástica Guarulhos
“SOS 2” – Pintura – 2012 Guarulhos – SP – Brasil

1º CD do Samba da Canja

É com muita honra e prazer que apresento o resultado da parceria entre guarulhosdepontaaponta.com.br, Henrique Borazanian, Armenak Neto e Samba da Canja. Nós somos os bonitos amigos da música!!!

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/61854181″ iframe=”true” /]

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/61854182″ iframe=”true” /]

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/61854183″ iframe=”true” /]

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/61854184″ iframe=”true” /]

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/61854185″ iframe=”true” /]

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/61854186″ iframe=”true” /]

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/61854187″ iframe=”true” /]

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/61854190″ iframe=”true” /]

O trabalho completo também pode ser acessado nos canais: myspace.com/guarulhosdepontaaponta/ e soundcloud.com/guarulhosdepontaaponta

Mogenir
compositor-gilson-ferreira-guarulhos-samba-da-canja
Gilson
Sebastião
compositor-jarbas-guarulhos-samba-da-canja
Jarbas
compositor-waldir-samba-da-canja-guarulhos
Waldir
compositor-gesse-froes-guarulhos-samba-da-canja
Gesse Froes
compositor-aldo-guarulhos-samba-da-canja
Aldo
elena-samba-da-canja-guarulhos
Elena
Marina-samba-da-canja-guarulhos
Marina
Claudia Luz

Comunidade Samba da Canja

No outro dia Mogenir nos apresentou para a Comunidade Samba da Canja, um grupo de compositores. Criativos da cidade reunidos em prol de fazer poesia em forma de samba. A Comunidade Samba da Canja é o canto do compositor guarulhense.

comunidade samba da canja

A comunidade é formada por Gessé Froes, Aldo, Tião, Waldir, Jarbas Mogenir e Gilson (da esquerda para direita). Todos são compositores, exceto Tião, que é responsável pelo cavaquinho inspirador dos poetas.

         

Faça chuva ou faça sol, jogue corinthians ou palmeiras, os integrantes do Samba da Canja se reúnem toda quarta feira, a partir das 19h, para ensaio aberto ao público.
No último sábado do mês, a festa começa mais cedo, a partir das 14h, com direito a canjinha. Eles apresentam suas composições e de quebra rola uma “canja de galinha” de forma a confraternizar com o público presente. É uma delícia.

Toda quarta feira a partir das 19h e no último sábado do mês das 14h as 19h, na sede da União de associados de moradores da Vila Paulista e bairros adjacentes, na Rua Campinas, 111 – Veja o endereço no mapa.

O samba já começou!!!

Foi mesmo, em de janeiro de 2012, num dia feliz que reencontramos Mogenir.

Mogenir e Dona Eneide

Dona Eneide do Nascimento, vice presidente da extinta escola de samba Meninos da Vila Augusta, foi quem nos apresentou ao Mogenir. No dia da festa da comissão de frente da Vai Quem Fica. (veja o vídeo)

Porém, o dia feliz do reencontro foi no calçadão da Dom Pedro II, durante a abertura oficial do Carnaval Guarulhos 2012 (11/02/2012). O tradicional Abre Alas.

Mogenir Leite de Moraes é escritor, poeta, compositor, Guarulhense, sambista, advogado e nobre membro da ala dos compositores. Acima de tudo é muito saudoso. E nesse dia estava impossível.

Ele falou sobre a volta do carnaval para a cidade de Guarulhos. Fez críticas ao seu estilo, e no fundo acredita que tudo pode dar certo. Relembrou o trabalho que tiveram para fazer o ‘filho do homem’ assinar  o documento que autorizou o carnaval na cidade. Entregou-nos cópias da publicação que marca o primeiro desfile de escolas de samba em  Guarulhos no ano de 1974. O carnaval andrógino que desfilou a escola de samba Império de Guarulhos.

Lembrou causos e cantou sambas de sua autoria. Andou pela cidade. Buscou na memória. Apontou  locais e acontecimentos. Até chegarmos na concentração da Banda Bicha (Praça Ênio Chiesa), quando, decidiu voltar pra sua casa e deixar as conversas para outro dia. E no outro dia….

A arte de Isabel Borazanian

Ela é das artes visuais, literatura, música e teatro. É a atual presidente da Academia Guarulhense de Letras e para a cultura de Guarulhos é persona grata. Para quem não sabe, minha tia =)

No sábado, a Bel apresentou no espaço Ponto de Encontro do 3º Salão do Livro de Guarulhos uma palestra sobre os Momentos da Literatura Guarulhense.

Ela contou que na década de 70, com o fim da ditadura, aconteceu uma explosão literária e a poesia ‘pipocou’ por todo pais. Os poetas jogaram para o ar os padrões poéticos e se manifestavam da maneira que desejavam: muros, praças, teatros, bares… Eram artistas independentes que produziam, reproduziam e distribuiam seus trabalhos, e também por isso eram chamados de poetas marginais.

Em Guarulhos, Isabel BorazanianValdeli Vila Nova convocaram os poetas de Guarulhos através de um anúncio no jornal. O retorno foi tão grande que eles reuniram um grande número de pessoas apaixonadas pela arte e principalmente a poesia.

“Já é tempo de poetar” – Letraviva – 13 de agosto de 1981 – Direção de Ângelo Macedo – foto: Jose Carlos PMG
Da esquerda para direita – Trielli, Etore Passatore, Constancia Alencar, Valdeli Vila Nova, Anita Borazanian, Isabel Borazanian e Laet Jescheke.

Paralelo a iniciativa, um grupo liderado por Castelo Hanssen e Ednaldo Couto se reuniam na Igreja da Matriz para apresentar suas criações poéticas e definir os rumos da poesia.

A fusão dos grupos deu origem ao Grupo Literário LETRAVIVA, que sem dúvidas, até hoje, representa o maior movimento literário da cidade de Guarulhos.

O grupo era absolutamente independente e aberto ao novo. Faziam parte do Letraviva todos que faziam poesia: estudantes, dona de casa, operários, professores, enfim, pessoas de diferentes formações ligadas pela mesma paixão. Todos os integrantes trabalhavam em prol da cultura e pela cultura, sob o slogan: A poesia insiste, persiste e resiste

Tão verdadeiro isso que a união de ideais e adesão de um grande número de poetas, transformou o Letraviva em realidade cultural, e durante a sua existência realizou vários eventos, entre os quais destaco JÁ É TEMPO DE POETAR, TRIBUTO A CHARLES CHAPLIN, POESIA NO BOSQUE, DIA DA POESIA, MOSTRA DE POESIA, CONCURSOS DE POESIA E RECITAIS/SARAUS MENSAIS. Em 1982 publicou o livro ANTOLOGIA LETRAVIVA, tendo como idealizadora e grande incentivadora a poeta Ciça B. Lima.

O Letraviva era um grupo conhecido nacionalmente, por intermédio de correnpondências mantinha contato com diversos grupos literários e poetas do Brasil.

Tributo a Charles Chaplin – 1985 – Direção de Ângelo Macedo – Teatro Nelson Rodrigues
Isabel Borazanian e Pedro Dias Gonçalves

Com a dinâmica da vida, cada um foi seguindo seu rumo, mas, como a Bel diz: “a essência Letraviva permanece dentro de cada um, e continua caminhando”.

Conheça mais o trabalho da Bel em:
letrasguarulhenses.com.br
penabossa.com

E-mail:
isabelborazanian@gmail.com