Colaboração guarulhense para a seca histórica

desmatamento-e-aterro-rodoanel-guarulhos

Hoje, frente as nossas frontes os empreendimentos ordenados do rodoanel norte e corredor de ônibus de Guarulhos eliminaram juntos mais de 1.000 000 (um milhão) de árvores. Eles defendem a ideia de que a mobilidade pública é maior que os benefícios naturais da Mata Atlântica.

o fim do secúlo XIX
Revista de História da Biblioteca Nacional. Ano 6. N 72. Setembro de 2011

Daí, para a Thays que viu de perto muitas árvores no chão sendo soterradas ou levadas para os bota fora ficou a pergunta: Será que o massacre das mais de 1 milhão de árvores em Guarulhos tem relação com a redução do volume da chuva?

represa-tanque-grande-guaru

Já faz um tempão que Guarulhos engrossa o caldo do desmatamento que acontece sem parar na mata atlântica, sobrando aproximadamente (e somente, infelizmente) 7% no Brasil, 13% no Estado de São Paulo e 20% em Guarulhos.

Sem duvidas que a forte devastação dos remanescentes florestais ocorridas durante o século passado alterou as características climáticas ao ponto que por aqui nem falamos mais que São Paulo é a terra da garoa.

desmatamento-rodoanel-serra

Mas não sentíamos alterações significativas no volume anual da chuva por que somos regados pela umidade das regiões Amazônicas, que mesmo com a perda de 20% de suas florestas, e outros 20% já ameaçados possuem tantas árvores que ao transpirarem abastecem a atmosfera com muita umidade. De lá, a circulação dos ventos transportam esta umidade e com isso chove em Guarulhos e em outras cidades da America do Sul.

seca-barragem-Rio-Jaguari-sao-jose-dos-campos

No inicio de 2014 no Sudoeste da Amazônia choveu o dobro do que costumava chover. Enquanto que no sul e sudeste acontecia a “SECA HISTÓRICA”. Um fenômeno, aparentemente temporário, formou uma bolha de ar que agiu como um bloqueio atmosférico e impediu que a umidade chegasse até nossa região reduzindo também as chuvas em Guarulhos.

obras-rodoanel-norte-guarul

Segundo várias estatísticas climáticas, quando a região amazônica perder 40% de suas áreas naturais, a umidade por ela gerada não será capaz nem de manter ela mesmo e a seca histórica será perpétua. corte-aterro-rodoanel-guarulhosDaí, todos os habitantes do Sudeste e Sul Brasileiro, incluindo o governador, vão sofrer os impactos da irresponsabilidade de não defender e preservar um meio ambiente equilibrado.

Então, a resposta para a pergunta da Thays é não. Não foi o desmatamento ordenado iniciado em meados de 2013 que está causando diretamente a seca histórica e sim a série histórica de desmatamento no Brasil e em Guarulhos que em 465 anos de sua existência eliminou 80% da cobertura florestal e secou importantes mananciais do território guarulhense e continua até hoje com o corte de mais de 1 milhão de árvores para a implantação da imbecilidade humana chamada de progresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *