A Vasconcelândia e o visionário José Vasconcelos

Dependendo da sua idade com absoluta certeza você se lembrará do humorista               José Vasconcelos, o gago “Rui Barbosa Sa-Silva” da Escolinha do Professor Raimundo.

O comediante José Vasconcelos (centro) no lançamento oficial da Vasconcelândia
O comediante José Vasconcelos (centro) no lançamento oficial da Vasconcelândia

Pois então, em 1964 após viagem à Disneylândia, Zé Vasconcelos  passou a sonhar com uma cidade infantil, um megaparque temático  em uma área de um milhão de metros quadrados no Brasil, acreditem, em Guarulhos.

A Vasconcelândia tinha um audacioso e inovador projeto, Zé Vasconcelos buscou todos os tipos de apoio e nada conseguiu. Iniciou uma solitária empreitada onde investiu por mais de 10 anos todos recursos que obteve em 20 anos de carreira. Com recursos próprios, fez terraplanagem no local, construiu restaurante, administração, um parque de diversões e o cine drive-in.  Já ouvi relatos de pessoas que venderam títulos da Vasconcelândia na época.

O projeto quase o levou à falência e foi abandonado para enorme tristeza do humorista.

A iniciativa do humorista inspirou Beto Carrero a criar o seu  parque temático e está relatado no filme “Mundo encantado de Beto Carrero” que foi lançado em Janeiro de 2009 e que José Vasconcelos participa.

O que é muito importante no sonho da Vasconcelândia do Zé, é justamente
a liberdade de sonhar.

Atualmente (2010) José Vasconcelos vive em sua casa na cidade de Itatiba, interior de São Paulo. Está afastado da televisão e sofre de Alzheimer embora esteja muito lúcido ainda.

Para o conhecimento da população a Vasconcelândia está localizada a 28 km do centro de Guarulhos e faz divisa com a AMBEV, no bairro Morro Grande, Serra de Itaberaba. Atualmente a propriedade pertence à empresa PANCO e não é aberta para visitação.

25 comentários sobre “A Vasconcelândia e o visionário José Vasconcelos

  1. eu tambem fui !! saudades !! prinpicalmente hoje(11/10/11), na morte deste ilustre e inovador e valente comediante …

  2. Meu pai tinha um título familiar (que chique :o) e iamos lá para os bailinhos de domingo… mas isso foi creio que entre 68 e 70…

  3. É pena que pessoas como José Vasconcelos nâo são levadas a sério. Se fosse um político safado, um Maluf da vida, teria todo o apoio, patrocínio e grana. Isto é Brasil. José Vasconcelos morreu ontem, sem ver seu sonho realizado, depois de ter passado a vida inteira fazendo as pessoas rirem, num país ondem os políticos nos fazem chorar todos os dias. Muita paz à sua boníssima alma.

  4. Tive três títulos da Vasconcelândia. Um éra famíliar e dois individual, Levei muitas vezes meu filho para passear no pedalinho, na lagoa existente, fora os churrascos de finais de semana, Dias felizes que deixaram saúdades. Vai com Deus, tenho certeza que o céu vai estar mais feliz …

  5. Um dia desses, cheguei na portaria de onde era a Vasconcelândia e logicamente fui parada… Dava para ouvir uma marchinha de carnaval que vinha lá de dentro…Eu morro de curiosidade em saber como era a Vasconcelândia. Se alguém tiver fotos e quiser colaborar enviando para publicação ficarei muito agradecida =)

    1. oi Thays,foto eu não tenho mas vou dizer o que lembro,tinha um forte de madeira,tipo apache,uma carcaça de avião a jacto de reconhecimento da Fab,só faltava os motores,restaurante,um barcão a motor com cobertura,e tava em construção varios chalés de madeira bem isolados no meio da natureza,e na entrada,tinha um rancho enorme coberto com sapé,era bar e restaurante tmb,ao lado tinha uma praia no rio,lembro o nome do piloto do barco tmb,era Simão,usava uma farda de marinheiro,um dia de domingo aconteceu uma tragédia,um moleque caiu do barco e acabou morrendo afogado,eu estava lá,nunca mais voltei

  6. Era pequeno e frequentava a Vasconcelandia aos domingos juntamente com amigos efamilia.Muitas vezes encontrei o Zé no local. Pena que o projeto não decolou.
    izaias

  7. meu pai trabalhou la,na decada de 70! eu e meus 3 irmaos………….nao saiamos de la…………ô epoca boa……….meu pai tinha uma RURAL!! por la tinha muita cobra…………era muito mato e eucalipto!!!! a pena é termos poucas fotos!!! mas o ze vasconcelos era uma pessoa muito legal…………..principalmente com as crianças que la frenquentava!!!!!!!!eu fiquei muito triste com essa perca!!!!!!!!

  8. CONHECI E SINTO SAUDADES DOS PASSEIOS QUE FAZIA AO LUGAR, NAQUELA ÉPOCA
    O VIZINHO ILUSTRE ERA A FABRICA DE CERVEJAS SKOL CUJO DONOS ERAM OS
    IRMÃOS DO PLAYBOY CHIQUINHO SCARPA, FILHO DO DONO DA CARACU.
    jOSÉ VASCONCELOS GANHOU DE PRESENTE DO PREFEITO DE GUARULHOS NOS
    ANOS 60 UMA ANTIGA FAZENDA E GASTOU MUITA GRANA. NA ULTIMA VEZ QUE
    ESTIVE NO LUGAR TINHA UM CIRCO E O PERSONAGEM MAIS ILUSTRE ERA O
    PROPRIO ZÉ.

    1. oi Germano,quando o Zé Vasconcelos começou o projeto,não tinha nada por perto,somente a fazenda capuava,que já estava abandonada,onde hoje é a Ambev,o terreno era do espólio Luiz Franco,a fazenda era dele tmb,se não me falha a memória,o Osvaldinho da sucateira Santa Rosa morou nessa fazenda quando criança

  9. Tive a honra de ter sido o corretor que vendeu a “VASCONCELÂNDIA” (arrematada em leilão) em 1997 e por conseguinte, após uma amizade iniciada em razão disto, acompanhar em amizade o ZÉ em muitos de seus últimos espetáculos e com taças de vinho em minha casa! SHOW-MAN- inesquecível! SAUDOSO!

  10. Casamos ai, que festa maravilhosa foi em 09/09/89 com muita gente entre parentes,amigos ou simplesmente conhecidos com porteira aberta para quem chegasse.
    Claudio e Wesley Rose.

  11. O Zé me autografou um livro em 1997, sua mágoa com a Embratur já estava registrada lá.
    Gastou tudo que juntou na sua vida, num projeto muito interessante para a família, e tudo foi água a baixo, uma pena, sua mente viajava alto, suas idéias foram as melhores possíveis!

Deixe uma resposta