sitio-da-candinha-bananal-guarulhos

Parque Natural Municipal da Cultura Negra Sítio da Candinha

sitio-da-candinha-bananal-guarulhosConforme notícia publicada no site da prefeitura de Guarulhos em março de 2010,  a cidade receberá mais de 4,5 milhões da Infraero com a finalidade de compensar o impacto ambiental causado pela implantação do Aeroporto de Cumbica na década de 80. A verba será utilizada para ampliar o Parque Natural Municipal da Cultura Negra Sítio da Candinha que passará de 117 mil para aproximadamente 1 milhão de metros quadrados o que permitirá integrar o local junto ao mosaico Cantareira-Mantiqueira e o Geoparque Ciclo do Ouro.

google-maps-sitio-candinha-guarulhosO Parque Natural Municipal da Cultura Negra Sítio da Candinha fica no bairro do Bananal em Guarulhos e têm vestígios arqueológicos do trabalho e cultura afro.

O trabalho é marcado pela utilização da mão de obra escrava em 1597, quando Afonso Sardinha trouxe os primeiros africanos para trabalhar na exploração de ouro em suas lavras, construindo pequenas represas para acumular água necessária para lavar e peneirar as terras e obter ouro em pó. Ainda hoje é possível ver na cidade de Guarulhos essas pequenas barragens nos bairro de Lavras, Bonsucesso, Tanque Grande, e outros.

parede-senzala-sitio-candinha-A marca da escravatura esta também na construção onde se observa a casa grande, vestígio da senzala, seleiro, e alicerces de pedra da casa do feitor.

restauração-sitio-candinha-guarulhosA Casa da Candinha é a única na Região Metropolitana de São Paulo que preserva a arquitetura do final do século XVIII. Ela será restaurada para transformar-se em patrimônio histórico da cultura africana.

placa-de-identificacao-sitio-da-candinha-guarulhosO Parque Natural Municipal da Cultura Negra Sítio da Candinha será aberto à visitação pública monitorada, onde serão desenvolvidas atividades de ecoturismo, educação ambiental e trilhas, além de eventos da cultura afro. O parque também terá núcleo de pesquisa, centro de preservação da cultura negra, espaço para roda de capoeira, restaurante com comidas típicas e parada de ônibus para facilitar o acesso da população.

Lei nº 6475 de 22 de dezembro de 2008 do Guarulhos
Cria o Parque Natural Municipal da Cultura Negra – Sítio da Candinha

Visualizar Parque Natural Municipal da Cultura Negra Sítio da Candinha em um mapa maior

9 comentários sobre “Parque Natural Municipal da Cultura Negra Sítio da Candinha

  1. Pois é…. foram empenhados até agora mais de um milhão de reais, para essa restauração. O grupo de trabalho constituido para continuar os processos de construção desse parque foi desativado (pelo menos no que se refere a sociedade civil e aos conselhos municipais Compir e Comtur) e o que vemos de resultado? Apenas o destelhamento da casa, um reforço improvisado, sob uma cobertura. Pra que fazer estudo, convidar pessoas da sociedade civil e depois na hora de executar, fazer de modo autoritário, sem cuidados? E a prestação de contas? E a demora? Estamos esperando o que? O rodoanel passar e dividir nossa população desse patrimônio?

    1. Mesa redonda: Impactos ambientais do rodoanel
      A proposta é debater os impactos ambientais do trecho norte do Rodoanel em Guarulhos e região

      30 de novembro, às 19h30 no anfiteatro F da Ung-Centro
      A entrada gratuita, vamos lá!

  2. Bom eu moro bem perto do sitio casa da Candinha, e simplesmente toda vez que eu passo por lá eu não vejo nenhuma mudança, quando vão começar a reforma desse patrimônio histórico? Quando chegar o rodoanel e derrubar tudo?

  3. Eu sou pós-graduando em História da África, tenho interesse de realizar o meu Artigo Cientifico sobre a escravidão em Guarulhos, por gentileza, quem tiver materiais sobre a escravidão e a casa da candinha, por obséquio, mande. Muito Obrigado.
    Deixo o meu pesar, para prefeitura, que não toma conta do nosso Patrimônio Cultural, gente outra vergonha e o Casarão do Ex Prefeito, é aquela casa na Rua Felício Marcondes X Sete de Setembro, esta caindo aos pedaços, quando vou para o centro olho aquela relíqui sendo destruída, e a Prefeitura não faz nada, que vergonha.

    Professor Laurentino (História)

    e-mail laurentinus23@hotmail.com

  4. São Paulo 29/02/2016

    Eu sou graduado em história, a prefeitura de Guarulhos não toma conta do seu patrimônio histórico, ela tem que colocar guardas para tomar conta desse lugar que serve para pesquisas de campo para estudantes de Universidades, e até mesmo de escolas públicas.

Deixe uma resposta